Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Científic@ - Multidisciplinary Journal?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

Escopo e política editorial

A revista Científic@ é uma publicação semestral da Faculdade Evangélica de Goianésia, que edita e publica trabalhos técnico-científicos originais, em português, espanhol ou inglês, resultantes de pesquisas científicas. A principal forma de contribuição é o Artigo, mas também publica Notas Científicas e Revisões a convite do Editor.

Análise dos artigos

A Comissão Editorial faz a análise dos trabalhos antes de submetê-los à assessoria científica. Nessa análise, consideram-se aspectos como escopo, apresentação do artigo segundo as normas da revista, formulação do objetivo de forma clara, clareza da redação, fundamentação teórica, atualização da revisão da literatura, coerência e precisão da metodologia, resultados com contribuição significativa, discussão dos fatos observados em relação aos descritos na literatura, qualidade das tabelas e figuras, originalidade e consistência das conclusões. Após a aplicação desses critérios, se o número de trabalhos aprovados ultrapassa a capacidade de publicação, é aplicado o critério da relevância relativa, pelo qual são aprovados os trabalhos cuja contribuição para o avanço do conhecimento científico é considerada mais significativa. Esse critério é aplicado somente aos trabalhos que atendem aos requisitos de qualidade para publicação na revista, mas que, em razão do elevado número, não podem ser todos aprovados para publicação. Os trabalhos rejeitados são devolvidos aos autores e os demais são submetidos à análise de assessores científicos, especialistas da área técnica do artigo.

Preparo do manuscrito

O manuscrito deve ser digitado com fonte “Times New Roman 12” no espaço 1,5, justificado, com página em tamanho A4, com 2,5 cm nas margens superior e inferior e 2,0 cm nas margens direita e esquerda. As páginas devem ser numeradas no canto inferior à direita e as linhas do texto devem ser numeradas de forma contínua. O título de cada seção deve ser escrito em letras maiúsculas, em negrito. Subdivisões devem ter apenas a primeira letra maiúscula, com destaque em negrito.

O manuscrito deve ser estruturado com as seções: Resumo, Abstract (obrigatórios), Introdução, Material e Métodos, Resultados e Discussão ou (preferencialmente) Resultado, Discussão, Conclusões, Agradecimentos (opcional) e Referências. Essa estrutura não se aplica, obrigatoriamente, aos manuscritos sobre Educação, Revisões de Literatura e Notas Científicas, embora estes devam conter, obrigatoriamente, o Resumo e o Abstract. O manuscrito submetido em inglês deve conter Resumo em português e aquele submetido em português deve conter o Abstract em inglês.

O manuscrito deve conter uma página de rosto com o título, nomes dos autores por extenso com a indicação da formação profissional, o vínculo profissional e o endereço eletrônico. O autor correspondente deverá ser marcado por um asterisco e o número de telefone para contato deve ser indicado. Devem-se incluir ainda chamadas que serão vinculadas ao título do manuscrito. A primeira página do manuscrito deve conter o título seguido imediatamente do texto de acordo com as seções.

Seções dos manuscritos

Título: Deve ser conciso e indicar o seu conteúdo, contendo no máximo 20 palavras escritas em letras maiúsculas e alinhado à esquerda (não justificar com alinhamento à esquerda e à direita).

Resumo/Abstract: Para artigos científicos e revisões de literatura, cada um deve conter até 400 palavras e, para notas científicas, até 150 palavras. Todos os resumos e abstracts devem iniciar com uma breve frase que justifique o trabalho. Para artigos e notas científicas, deve-se apresentar de forma objetiva o material e método e os resultados mais importantes e conclusões. Não se devem incluir citações bibliográficas e símbolos ou siglas que requeiram a leitura do texto para sua decodificação.

Palavras-chave/Keywords: Usar no mínimo três e no máximo cinco termos diferentes daqueles constantes no título. Não utilizar termos compostos por mais de três palavras.

Introdução: Deve ser breve, mas suficiente para esclarecer o problema abordado ou a(s) hipótese(s) de trabalho, com citação da bibliografia específica e atualizada, e finalizar com a indicação do objetivo.

Material e Métodos: Deve conter informações necessárias e suficientes para percepção dos resultados e que possibilitem a repetição do trabalho por outros pesquisadores. Deve conter informações sobre o(s) método(s) utilizados, o delineamento experimental, os tratamentos, números de repetições, unidades experimentais (número e tamanho) e os métodos estatísticos utilizados.

Resultados e Discussão: Deve conter uma apresentação concisa dos dados obtidos e podem ser apresentados conjuntamente ou, preferencialmente, em separado. Se apresentados em separado, a Discussão não deve conter repetição da descrição dos resultados.

Conclusões: Devem ser concisas e coerentes com os objetivos e com os dados apresentados no trabalho.

Agradecimentos: Opcionais. Devem ser sucintos e localizados após as conclusões. Incluem-se nesta seção as indicações de suporte financeiro ao projeto de pesquisa do qual originou o trabalho.

Quadros: Devem ser numerados sequencialmente com algarismos arábicos. O título deve aparecer acima do quadro e deve conter os elementos que possibilite a sua leitura e compreensão sem recorrer ao texto. Os quadros devem ser produzidos com a ferramenta "Tabela" do MS Word ou MS Excel, ou softwares equivalentes. Utilizar a fonte Times New Roman com tamanho não maior que 10. As unidades são colocadas no corpo do quadro, na linha acima dos valores numéricos. No corpo do quadro não devem aparecer linhas verticais e horizontais. Os quadros devem ser inseridos no formato editável (illustrator/eps/corel draw/jnb/excel, doc ou docx etc.), após as Referências, com quebra de página. Não serão aceitos manuscritos contendo quadros inseridos como imagem.

Figuras gráficas: Devem ser numeradas sequencialmente com algarismos arábicos. O título deve aparecer abaixo da figura e deve conter os elementos que possibilitem a sua leitura e compreensão sem a leitura do texto. As figuras serão inseridas após os quadros em formato editável (illustrator/eps/coreldraw/jnb/excel, etc.). Não serão aceitos manuscritos contendo figuras gráficas inseridas como imagem.

Figuras fotográficas: Fotografias devem ser apresentadas como arquivo "tagged image format [TIF]" com 500 dpi.

Fórmulas e equações: Devem ser escritas com ferramentas do editor que possibilitem sua editoração. Não serão aceitas fórmulas e equações inseridas como imagem. Equações de regressões devem ser apresentadas com notação estatística (ŷ = α + β1** x + ... + βn** x) e não na notação matemática, usual nos softwares (y = βnxα +...+ β1x + ... + α ). A indicação de significância (**) deve ser indicada sobrescrito aos coeficientes. Os coeficientes das equações de regressões devem ter um número adequado de decimais significativas.

Referências: Deve conter relação dos trabalhos citados no texto, quadro(s) ou figura(s) e inserida em ordem alfabética, obedecendo o estilo denominado Vancouver. Seguem modelos para as referências mais frequentes:

a) Periódicos: Nome de todos os autores. Título do artigo. Título abreviado do periódico. Ano de publicação; volume: páginas inicial e final. Exemplo:

Fonseca JA, Meurer EJ. Inibição da absorção de magnésio pelo potássio em plântulas de milho em solução nutritiva. R. Bras Ci Solo. 1997;21:47-50.

Rodrigues DT, Novais RF, Alvarez V VH, Dias JMM, Villani EMA, Otoni WC.  In vitro germination of Cattleya intermedia R. Graham by means of chemical disinfection and without laminar flow. Prop Ornam Plants. 2011;11:19-24.

Artigos com DOI:

Zirlewagen D, Raben G, Weise M. Zoning of forest health conditions based on a set of soil, topographic and vegetation parameters. For Ecol Manage. 2007;248:43-55. doi:10.1016/j.foreco.2007.02.038

A abreviatura dos periódicos pode ser verificada nos endereços: http://www.efm.leeds.ac.uk/~mark/ISIabbr/C_abrvjt.html, http://www.ncbi.nlm.nih.gov/nlmcatalog/journals

b) Livro: Autores. Título da publicação. Número da edição. Local da publicação: Editora; ano de publicação. Exemplo:

Konhnke H.  Soil physics. 2nd ed. New York: MacGraw Hill; 1969.

c) Participação em obra coletiva: Autor(es). Título da parte referenciada seguida de In: Nome(s) do(s) editor(es), editores. Título da publicação. Número da edição. Local de publicação: Editora; ano. Páginas inicial e final. Exemplos:

Jackson ML.  Chemical composition of soil. In: Bear FE, editor. Chemistry of the soil. 2nd ed. New York: Reinhold; 1964. p.71-141.

Sharpley AN, Rekolainen S.  Phosphorus in agriculture and its environmental implications. In: Tunney H, Carton OT, Brookes PC, Johnston AE, editors. Phosphorus loss from soil to water. New York, CAB International; 1997. p.1-53.

d) Publicação em Anais: Autor(es). Título do trabalho. In: Tipo de publicação, número e título do evento [CD-ROM, quando publicado em]; data do evento (dia mês ano); cidade e país de realização do evento. Cidade (da Editora): Editora ou Instituição responsável pela publicação; ano de edição (nem sempre é o mesmo do evento). Paginação do trabalho ou do resumo. Exemplos:

Ferreira DF.  Análises estatísticas por meio do Sisvar para Windows versão 4.0. In: Anais da 45ª. Reunião Anual da Região Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria; julho 2000; São Carlos. São Carlos: Universidade Federal de São Carlos; 2000. p.255-8.

Gomes SLR. Novos modos de conhecer: os recursos da internet para uso das bibliotecas universitárias. In: Anais do 10º. Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias [CD-ROM]; 25-30 out 1998. Fortaleza. Fortaleza: Tec Treina; 1998.

e) Citação de fonte eletrônica:

Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Assessoria de Gestão Estratégica. Projeção do agronegócio 2009/2010 a 2019/2020 [internet]. Brasília, DF: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; 2011 [acesso em 10 nov 2010]. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/file/MAIS%20DESTAQUES/Proje%C3%A7%C3%B5es%20Agroneg%C3%B3cio%202009-2010%20a%202019-020.pdf.

f) Dissertações e teses: Autor. Título da tese (inclui subtítulo se houver) [grau]. Cidade: Instituição onde foi defendida; ano.

Silveira AO.  Atividades enzimáticas como indicadores biológicos da qualidade de solos agrícolas do Rio Grande do Sul [dissertação]. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2007.

Vieira FCB.  Estoques e labilidade da matéria orgânica e acidificação de um Argissolo sob plantio direto afetado por sistemas de cultura e adubação nitrogenada [tese]. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2007.

g) Boletim técnico

Tedesco MJ, Gianello C, Bissani CA, Bohnen H, Volkweiss SJ.  Análises de solo, plantas e outros materiais. 2a ed. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 1995. (Boletim técnico, 5).

h) Citação de citação

Citação de citação deve ser utilizada em situações estritamente necessárias. Neste caso, citar no texto o sobrenome do autor do documento não consultado com o ano da publicação, seguido da expressão citado por seguida do sobrenome do autor do documento consultado e do ano da publicação (Abreu, 1940, citado por Neves, 2012). Nas Referências, deve-se incluir apenas a fonte consultada.

i) Comunicação pessoal

Deve ser colocada apenas em nota de rodapé. Inclui-se o nome do informante, a data que a informação foi dada, nome, estado e país da Instituição de vínculo do informante seguido pela expressão: comunicação pessoal. Por exemplo: Comunicação pessoal Joaquim da Silva, em 22 de janeiro de 2011, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil - recebida por correio eletrônico.

Citações das referências

As Referências no texto devem ser citadas em ordem cronológica e nos seguintes formatos:

a) Um autor: (Autor, ano) ou Autor (ano), como (Silva, 1975) ou Silva (1975);
b) Dois autores: (Autor e Autor, ano) ou Autor e Autor (ano), como: (Silva e Smith, 1975) ou Silva e Smith (1975);
c) Quando houver mais de dois autores, usar a forma reduzida (Autor et al., ano) ou Autor et al. (ano), como (Souza et al., 1975) ou Souza et al. (1975);
d) Referências a dois ou mais artigos do(s) mesmo(s) autor(es), no mesmo ano, serão discriminadas com letras minúsculas (Ex.: Silva, 1975a,b).

Outras informações

- Não há cobrança de taxa de publicação.

- Os manuscritos aprovados para publicação são revisados por no mínimo dois especialistas.

- O editor e a assessoria científica reservam-se o direito de solicitar modificações nos artigos e de decidir sobre a sua publicação.

- São de exclusiva responsabilidade dos autores as opiniões e conceitos emitidos nos trabalhos.

 

Normas para citação - Mendeley

Você conhece o Mendeley?

É uma ferramenta que gerencia suas referências bibliográficas e as coloca nas normas automaticamente.

Mendeley é um gerenciador de referência gratuito e uma rede social acadêmica que o ajuda a organizar sua pesquisa, colaborar com outras pessoas on-line e descobrir as últimas pesquisas.

Se já faz uso desta ferramenta, saiba que as normas da Científic@ - Multidisciplinary Journal estão cadastradas no Mendeley, clique aqui para fazer o download do estilo e facilitar a edição do seu manuscrito.

Caso tenha interesse em aprender a usar esta ferramenta, neste link você encontra um tutorial.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  3. URLs para as referências foram informadas quando possível.
  4. O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  6. Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
  7. Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.


    A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista. Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB)


    O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, como anexos.


    O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.


    A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.

 

Declaração de Direito Autoral

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

A partir da publicação realizada na revista os autores possuem copyright e direitos de publicação de seus artigos sem restrições.

A Revista Científic@ - Multidisciplinary Journal segue os preceitos legais da licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Licença Creative Commons




 

Política de Privacidade

Declaração de ética da publicação e publicação imperícia:

Guia ético para publicação no periódico

1. Obrigações dos autores

1.1. Normas dos relatórios
Autores de relatórios originais devem apresentar uma avaliação precisa do trabalho demonstrado, bem como uma discussão objetiva da sua significância. Dados subjacentes devem ser representados apuradamente no trabalho. O trabalho deve conter detalhes e referências suficientes para permitir outros a replicar a sua obra.
Declarações fraudulentas e a conscientização imprecisa do mesmo constitui um comportamento antiético e inaceitável.
Artigos de revisões e publicações profissionais devem sempre ser precisos e objetivos, e trabalhos e opiniões editoriais devem claramente ser identificados com tal.
1.2. Acesso e retenção de dados
Autores podem ser solicitados a providenciar dados crus em conexão com um trabalho para revisões editoriais, devem estar preparados a providenciar o acesso público destes dados, se viável, e devem independente da instância estar preparados a reter tais dados por um período adequado depois de sua publicação.
1.3. Originalidade e plágio
Os autores devem assegurar que tenham escrito obras totalmente originais, e se os autores usarem o trabalho e/ou palavras de outra pessoa, que o mesmo seja citado devidamente. O plágio toma várias formas, alguns destes sendo, quando um autor pega o trabalho de outro como seu, ao copiar ou parafrasear partes substanciais de um trabalho feito por outro (sem atribuição), ou até mesmo a reivindicação dos resultados de uma pesquisa feita por outros. Plágio em todas as suas formas constitui um comportamento de publicação antiético, sendo inaceitável.
1.4. Publicações múltiplas, redundantes e simultâneas
Em geral um autor não deve publicar manuscritos que descrevem essencialmente a mesma pesquisa em mais de um periódico ou publicação primária. Apresentação do mesmo manuscrito para mais de um periódico simultaneamente constitui um comportamento de publicações antiético, sendo inaceitável. Em geral um autor não deverá apresentar para considerações um trabalho publicado anteriormente em outro periódico. A publicação de alguns tipos de artigos (ex. diretrizes clínicas, traduções) em mais de um periódico é justificável, desde que certas condições sejam atendidas. Os autores e editores dos periódicos interessados devem concordar na publicação secundária que deve refletir os mesmos dados e interpretações do documento primário. A referência primaria deve ser citada na publicação secundaria.
1.5. Reconhecimento das fontes
O devido reconhecimento do trabalho feito por outro deve sempre ser dado. Autores devem citar publicações que foram influentes na determinação da natureza do trabalho relatado. Informações obtidas particularmente, tais como em conversas, correspondências, ou discussões com terceiros, não devem ser usadas ou relatadas sem explicita permissão escrita da fonte. Informações obtidas no decurso de serviços confidenciais, tais como manuscritos referidos ou aplicações para bolsas, não deverão ser utilizadas sem explícita permissão escrita do autor do trabalho envolvido nestes serviços.
1.6. Autoria do trabalho
A autoria deve ser limitada àqueles que tenham feito contribuições significativas à concepção, estruturação, execução, ou interpretação do estudo relatado. Todos aqueles que tenham feito uma contribuição significativa devem ser listadas como coautores. Nos lugares que contenham participantes em certo aspecto substantivos do projeto de pesquisa, os mesmos devem ter reconhecimento ou serem listados como contribuintes. O autor correspondente deve assegurar que todos os coautores apropriados e não os coautores inapropriados sejam incluídos no trabalho, e que todos os coautores tenham visto e aprovado a versão final do trabalho e concordem em sua apresentação para publicação.
1.7. Perigos e cobaias humanas ou animais
Se o trabalho envolver produtos químicos, procedimentos ou equipamentos que demonstram qualquer risco inerente em seu uso, o autor deve identificar isso claramente em seu manuscrito. Se o trabalho envolver o uso de cobaias humanas ou animais, o autor deve assegurar que o manuscrito contenha uma declaração de que todos os procedimentos foram realizados de acordo com leis atuais e orientações institucionais e que há aprovação do(s) comitê(s) institucional(s) apropriado(s). Os autores devem incluir uma declaração no seu manuscrito informando que houve consentimento para experimentos com cobaias humanas. Os direitos humanos de privacidade devem sempre ser observados.
1.8. Divulgação e conflitos de interesse
Todos os autores devem divulgar em seu manuscrito qualquer conflito de interesse seja financeiro ou outro conflito de interesse relevante que poderia ser entendido como influência nos resultados de interpretação do manuscrito. Todas as fontes de suporte financeiro ao projeto devem ser divulgadas. Exemplos de possíveis conflitos de interesses que deveriam ser divulgados podem incluir vínculo empregatício, consultoria, propriedade de ações, honorários, depoimentos pagos de especialistas, aplicações / registros de patente, e bolsas ou outros financiamentos. Possíveis conflitos de interesses devem ser divulgados o mais cedo possível.
1.9. Erros básicos em trabalhos publicados
Quando o autor descobre um erro significante ou impreciso no seu trabalho publicado, é o dever do autor notificar imediatamente o editor ou a editora do periódico, e cooperar com o editor para retratar ou corrigir o trabalho. Se o editor ou a editora descobrir por terceiros que um trabalho publicado contém erros significativos, é obrigação do autor imediatamente retratar ou corrigir o trabalho ou providenciar evidência para o editor sobre a exatidão no trabalho original.
2. Obrigações do Conselho Editorial
(Essas orientações são baseadas em políticas existentes da Elsevier e Orientações das Melhores Práticas para Editores de Periódicos da COPE).
2.1. Decisões de Publicações
O editor de um periódico de revisão por pares é responsável pela decisão de quais artigos apresentados ao periódico serão publicadas. A validação do trabalho em questão e a sua importância para pesquisadores e leitores deve sempre ser o que impulsiona tais decisões. O editor pode ser guiado pelas políticas do conselho editorial do periódico e limitado pelos requisitos legais vigentes em matéria de difamação, violação de direitos autorais e plágio. O editor pode conferir com outros editores e revisores na tomada dessa decisão.
2.2. Jogo Limpo
Um editor deve avaliar manuscritos por seu conteúdo intelectual sem distinção de sua raça, gênero, orientação sexual, crenças religiosas, origens étnicas, cidadania, ou filosofia política dos autores.
2.3. Confidencialidade
O editor ou qualquer outra pessoa da equipe editorial não devem divulgar quaisquer informações sobre um manuscrito apresentado, a não ser para o correspondente autor, revisores, colaboradores potenciais, outros conselheiros editoriais, e a editora, conforme o caso.
2.4. Divulgação e conflitos de interesse
A divulgação de materiais não publicados em um manuscrito submetido não deve ser utilizada pelo editor em sua própria pesquisa sem a autorização expressa por escrito do autor. Informações privilegiadas ou ideias obtidas por revisões de pares devem ser mantidas confidenciais e não utilizadas para proveito pessoal. Os editores devem recusar-se (ou seja, deve perguntar a um coeditor, editor adjunto ou outro membro do conselho editorial para analisar e ponderar) a considerar manuscritos dos quais eles tenham conflitos de interesse, sendo estes resultantes de concorrência, colaboração, ou outros relacionamentos ou ligações com qualquer um dos autores, empresas, ou (eventualmente) as instituições ligados aos trabalhos. Os editores devem exigir que todos os contribuintes divulguem interesses conflitantes relevantes e que publiquem correções se os interesses conflitantes forem revelados após a publicação. Se necessário, devem ser tomadas outras medidas adequadas, tais como a publicação de uma retratação ou nota de interesse.
2.5. Envolvimento e cooperação em investigações
Um editor deve tomar medidas de responsabilidade razoáveis, quando reclamações a respeito de conduta ética forem apresentadas com relação a um manuscrito ou trabalho publicado, em conjunto com a editora (ou sociedade). Tais medidas geralmente incluirão contatar o autor do manuscrito ou trabalho passando-lhe as devidas considerações com relação às reclamações feitas, mas também poderão incluir futuras comunicações com as instituições e corpo de pesquisa relevantes, e se as reclamações forem comprovadas, a publicação de uma correção, retratação, nota de interesse, ou outra nota, caso seja relevante. Todo ato relatado sobre uma conduta antiética nas publicações deverá ser analisado, mesmo se for descoberto depois de vários anos de publicação.
3. Deveres dos revisores
(Essas orientações são baseadas em políticas existentes da Elsevier e Orientações das Melhores Práticas para Editores de Periódicos da COPE).
3.1. Contribuições para decisões editoriais
A revisão por pares auxilia o editor ao tomar as decisões editoriais, e o editorial através da comunicação com o autor pode trazer melhorias para o próprio trabalho. A revisão por pares é um componente essencial da comunicação acadêmica formal, sendo considerada como a alma da metodologia científica. A Elsevier compartilha o ponto de vista, de que aqueles acadêmicos que desejam contribuir para publicações tenham a obrigação de fazer a sua parte nas revisões.
3.2. Prontidão
Qualquer avaliador selecionado que se sente desqualificado para revisar a pesquisa relatada em um manuscrito ou que tem conhecimento de que sua revisão rápida será impossível, deverá notificar ao editor e pedir que seja retirado do processo de revisão.
3.3. Confidencialidade
Qualquer manuscrito recebido para revisão deve ser tratado como documento confidencial. Os manuscritos não devem ser mostrados ou discutidos com outros a não ser que possuam autorização pelo editor.
3.4. Padrões de objetividade
Revisões devem ser conduzidas objetivamente. Críticas pessoais do autor são inadequadas. Avaliadores devem expressar seus pontos de vistas claramente com argumentos partidário.
3.5. Reconhecimentos das fontes
Revisores devem identificar publicações de trabalhos relevantes que não tenham sido citadas pelos autores. Qualquer afirmação de que uma observação, derivação, ou argumento tenha sido relatado anteriormente deve ser acompanhada pela citação relevante. O revisor deve também chamar a atenção do editor sobre qualquer similaridade substancial ou sobreposição entre o manuscrito em avaliação e qualquer outro trabalho publicado do qual ele tenha conhecimento pessoal.
3.6. Divulgação e conflitos de interesse
Materiais não publicados divulgados em um manuscrito submetido não devem ser usados na pesquisa pessoal de um pesquisador sem o consentimento expresso de forma escrita pelo autor. Informações privilegiadas ou ideias obtidas através de revisões por pares devem ser mantidas em confidencialidade e não devem ser usadas para vantagem pessoal. Revisores não devem considerar manuscritos dos quais tenham conflitos de interesses, seja resultado de competitividade, colaboração, ou outra relação ou vinculo com qualquer outro autor, companhias, ou instituições que tenha conexão com o trabalho.