New Publication: VOLUME 05 NÚMERO 01 (2016) - Dossiê "Biotecnologia e Inovação: Dos laboratórios de Ensino e Pesquisa às Políticas Públicas”

A primeira edição de 2016 da revista Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science, está no ar com a notícia que a partir desse volume todos os artigos contarão com os registros no DOI (Digital Object Identifier). O Doi é uma ferramenta que associa os artigos existentes nas plataformas digitais a um endereço eletrônico. As edições de 2105 já foram incluídas e até o final deste mês as demais edições receberão o registro DOI.

O volume 5 em sua edição número 1 apresenta o dossiê " Biotecnologia e Inovação: dos laboratórios de ensino e pesquisa às políticas públicas”, coordenado pelos pesquisadores Antenor Lopes de Jesus Filho (Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada/Brasília/DF), Eduardo Braz Pereira Gomes (Universidade Estadual de Goiás), Josana de Castro Peixoto (Universidade Estadual de Goiás e Centro Universitário de Anápolis), Lucimar Pinheiro (Centro Universitário de Anápolis) e Renato Rosseto (Universidade Estadual de Goiás). A chamada de trabalhos priorizou artigos que relacionavam o caráter revolucionário da biotecnologia e a sua interação entre universidades, instituições de pesquisa e empresas. Os textos que compõe o dossiê, em sua maioria procuram abordar os temas que envolvem biotecnologia e inovação, compondo um importante espaço para o debate interdisciplinar. Composto por autores de variadas formações, de regiões diferentes do Brasil e América do Sul, o dossiê apresenta um cenário múltiplo para o tema da biotecnologia e inovação, envolvendo abordagens variadas como por exemplo, a lógica das políticas públicas de promoção da biotecnologia para saúde humana no Brasil; o advento da indústria de biossimilares e a importância do desenvolvimento de medicamentos biossimilares no contexto de saúde pública; a soja transgênica e o debate sobre a biotecnologia vegetal e os usos na produção de alimentos; a digestão anaeróbia na redução de resíduos na produção de energia e de biofertizantes; a importância da produção e aplicação dos biossurfactantes de origem microbiano e os benefícios na redução do impacto ambiental provocado pela utilização de sintéticos de origem petroquímica; a biotecnologia utilizada no manejo e na produção de cana-de-açúcar e os bioindicadores de qualidade em solos no Cerrado goiano.

Os artigos avulsos, da mesma forma, apresentam a diversidade e a complexidade de temas relacionados a sociedade, tecnologia e meio ambiente. Os trabalhos apresentam estudos com temas ambientais numa perspectiva disciplinar e interdisciplinar abordando temas como as bacias hidrográficas, matas ciliares, políticas públicas para a produção de energia, modelo socioambiental, a gestão de resíduos sólidos e o gerenciamento ambiental e a biodiversidade e estudos de espécies de peixes na bacia do rio Araguaia. Esses temas refletem a pluralidade e o escopo multifacetado que compõe a visão editorial da Fronteiras. Também aliam elementos éticos na pesquisa e na divulgação do conhecimento que fazem parte de sua missão editorial.

Pedro Vitor Lemos Cravo
Sandro Dutra e Silva
(Editores)